Nova fase da Concorrência Leal começa em maio

 A partir de maio, a Secretaria da Fazenda de Santa Catarina deflagra uma nova etapa da Operação Concorrência Leal, relativa à movimentação registrada nos anos de 2013, 2014 e 2015. Para explicar como serão os procedimentos, o coordenador do GESSimples, Luiz Carlos de Lima Feitoza, reuniu-se com representantes das entidades contábeis catarinenses, na sexta-feira passada (31). Para ele, os profissionais da contabilidade são de fundamental importância para esclarecer os contribuintes e também apresentar sugestões.

Ao todo, foram selecionadas 26,1 mil empresas, que serão intimadas por meio do DTE a apresentarem informações do balanço patrimonial e da Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), com o objetivo de sanar inconsistências verificadas pelo sistema quando do cruzamento de dados. “Os contadores receberão pelo S@T a listagem das empresas intimadas e será concedido um prazo de dois meses, improrrogável”, alertou Feitoza.

Para facilitar a tarefa de regularização, a Fazenda desenvolveu um aplicativo que ajudará o contador no fornecimento dos dados. “As informações serão por meio do S@T e poderão ser digitadas, importada por CNPJ ou importada em lote”, explicou o representante do GEESimples. “O aplicativo, por exemplo, informará ao contador se há a necessidade de apresentar comprovação”.

Esgotado o prazo de 60 dias, a Fazenda processará novamente as informações e apresentará a lista das empresas com pendências definitivas.  Quem quiser adiantar o serviço, já pode começar a solicitar a autenticação dos livros contábeis na Junta Comercial, pois isso será exigido das empresas selecionadas.

Feitoza também observou que é de extrema importância que o Sintegra esteja com informação correta da operação, ou seja, o CFOP deve refletir a real operação. Por exemplo: mercadoria que vem com ST na NFe deve constar CFOP de entrada equivalente.

Clique e assista ao vídeo em que o coordenador do GESSimples, Luiz Carlos de Lima Feitoza, explica um pouco mais como serão os procedimentos.

Fonte Assessoria de Comunicação Fecontesc